Sobre desapego

Este é um ensaio sobre o quão bom é deixar as coisas irem embora.

A palavra desapegar trás consigo o estigma de ser uma atitude drástica, e por vezes, desesperada. E não deixa de ser em certas situações, mas no fim é apenas uma necessidade de renovação. Nossos armários estão sempre cheios de coisas inúteis, roupas que não servem, sapatos que nem foram usados mas que estão lá, esquecidos. Por que temos essa estranha mania de guardar tudo?

O apego emocional pode ser um dos motivos, talvez isso nos transforme em acumuladores um dia. Eu mesma estou olhando pra porta aberta do meu guarda-roupas e por que mesmo eu tenho tantos cremes hidratantes? A maioria presente do meu aniversário de 15 anos, com os nomes de quem deu devidamente escritos embaixo das embalagens.

Roupas se acumulam muito facilmente, pilhas bagunçadas, gavetas cheias e muitos cabides. O ponto realmente crítico é não lembrar o que tem guardado, porque não dá pra ver. Eu sei, é difícil se desvencilhar de roupas, cada uma carrega uma lembrança diferente ou um investimento financeiro bem alto, mas é incrível a sensação de liberar espaço e guardar outras coisas.DSCN5069

Outras pessoas ficam extremamente felizes com o que você não usa mais, mesmo que você ache brega e fora de moda. Doe o que estiver sobrando, o que não servir, o que não quer, o que não gosta, fazer alguém feliz com tão pouco trás um pouco de paz nessa vida cheia de cobranças. O que dizem sobre deixar as coisas irem pra que outras possam chegar é verdade, e eu não estou falando apenas do lado material.

Engraçado como é fácil de comparar um armário lotado com nossa cabeça e nosso coração, em algum momento da vida, infelizmente, ao olhar bem fundo se vê um amontoado de sentimentos antigos, lembranças de pessoas inúteis, preocupações igualmente sem utilidade. Cada pessoa lida de um jeito, algumas vão empurrando cada vez mais pro fundo, até que finalmente esquecem. Outras tentam se livrar e falham,e ainda tem aquelas que reciclam e tiram o melhor daquilo.

Mas é preciso tempo para que esse monte de coisas se acomodem, só assim dá pra saber o que fica e o que vai. Na passagem deste último ano eu comecei a me sentir incomodada, extremamente estranha. Achei que poderia ser saudade, mas era maior que isso. De tanto pensar eu acabei me dando conta que eu estava cheia, eram angústias, medos, insatisfações comigo mesma, realmente era muita coisa pra carregar.

Desmoronei. Mas não fiquei mais segurando tudo aquilo, eu escrevi, chorei, simplesmente deixei que fosse embora com as lágrimas. Por um momento pensei que estivesse com depressão, rezei pra não ser verdade. Foram semanas esquisitas, em que sentia completamente deslocada do mundo vendo as pessoas e os dias passarem, aí veio um estalo. Acordei e me senti em casa de novo, renovada. Mas faltava um detalhe, eu tinha a necessidade de cortar o cabelo.

DSCN4993

 Passei dois anos cuidando pra que ninguém cortasse mais que dois dedos do meu cabelo. Quando comecei sentir que ele era um peso pra mim foi estranho, mas eu não sentia que iria me arrepender depois. Acredito que muito mais do que desapego esse momento era uma renovação, de dentro pra fora. Nessa hora só passava uma coisa pela minha cabeça, um pedaço de uma música do Scracho

E você vai se olhar no espelho
Quando for chegada a hora
Vai mudar o cabelo, o seu look inteiro
E dizer que agora

É vida que segue!

DSCN5119

E a vida tá seguindo mesmo, mais leve do que antes. A mesma pessoa só que com mais espaço pra guardar tudo que tiver que vir.

10819894_10204318631658189_1453843226_o

Anúncios

6 comentários sobre “Sobre desapego

  1. Cortei o cabelo há pouco tempo e me senti aliviada!
    Parece que a vida fica mais leve né?! (e o que a gente economiza de shampoo?!) ahahah
    beijos

    1. POIS É VERAAAAA! tô economizando muito mais shampoo hahahaha sem contar que eu já tinha uma preguiça de pentear, mas fazia por que né virava um nó, só que agora eu nem faço mais isso. Do jeito que eu acordo é só passar a mão e pronto ta arrumado.

      beeeeijos ❤

  2. Adoro desapegar das coisas, me sinto tão leve quando o faço! Cortei o meu cabelo ano passado bem curto e o mundo inteiro entrou em choque, fiquei um mês inteiro ouvindo: ” Por que você cortou o seu cabelo?” E olha que ele ficou lindo! Mas o pessoal não entendia era nada…

    1. Muita gente fica me perguntando a mesma coisa, eu só sei responder “gente eu não tava aguento mais esse cabelão tá calor” kkkkkk Que bom que você se identificou com o texto!

      Beeeeios ❤ Jack

Comente <3

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s