Playlist da minha vida

playlist -

Olá pessoal, como vocês estão?

Faz um bom tempo que eu não escrevo nada por aqui, mas vocês já devem ter visto a explicação nesse post. Como toda boa mudança, a minha rotinha aqui no blog deu uma alterada. Agora eu sempre vou estar falando com vocês na quarta-feira. E para iniciar essa nova etapa com chave de ouro, eu resolvi fazer um post sobre a playlist da minha vida.

No final do ano passado quando estávamos para nos despedir da faculdade, eu lembro que surgiu uma conversa sobre “qual foi a música do ano”, e começamos a comentar que todo ano escolhemos uma música que define esse tempo que passou, ou que simplesmente marcou os 12 meses. Resolvi então, separar algumas das músicas que representam a minha história, já declarar qual foi a música de 2014, e escolher qual vai ser a última música que quero escutar no dia 31.

Nada melhor do que começar falando sobre a música que define a minha vida, não é mesmo? Acho que seria “I Don’t Wanna Be” do Gavin DeGraw. Quem me conhece sabe que o seriado da minha vida é One Tree Hill, e acontece que essa é a música tema da série, logo, vocês já conseguem entender o motivo de eu tê-la escolhido. Mas o que eu acho mais legal nela é a mensagem. Você não precisa ser ninguém além do que você é.

Resolvi seguir a minha evolução, então vou falar sobre a música que representa a minha infância. E depois de pensar em Spice Girls, Backstreet Boys, NSYNC, Britney Spears, Rouge, não tem como eu não escolher Sandy e Junior. Que criança brasileira, nascida nos anos 90, não gostava dessa dupla que grudava suas canções em nossas cabeças? “Eu acho que Pirei” era a música que eu mais gostava de cantar pela casa.

Sobre minha adolescência existe uma banda que represente ela inteira: Jonas Brothers. Morri de amores, chorei, sorri, fiz várias amizades e sempre me identifiquei muito com as músicas. “Hold On”, foi a primeira música que eu ouvi e sempre gostei muito da mensagem. Por sinal, é dela uma das frases que eu quero tatuar.

Como eu acho que música resume tudo, eu sempre quis que “For You I Will” do Teddy Geiger fosse tema do meu namoro. Eu era obcecada por essa música, mas nenhum dos meus ex se ligaram nisso. Fica a dica para o futuro!

Seguindo a linha de namoro, se um dia eu pudesse cantar qualquer música após um término, ela provavelmente seria “Cry me a River” do Justin Timberlake, ou “We are Never Ever Getting Back Together” da Taylor Swift. “Cry me a River” porque eu acho ela fantástica, além de ser sobre #Justney. E WANEGBT, porque a Taylor é a rainha das músicas sobre relacionamento e sabe exemplificar exatamente o que eu sinto.

Mas depois que todo o drama de relacionamentos acabar, no dia do meu casamento, não importa com quem seja, só existe uma música que eu tenho vontade de cantar: “A Thousand Years” da Christina Perri – de preferência a parte II. Não, isso não é por causa do Crepúsculo. Quando eu ouvi essa música, eu congelei. Eu sabia que era exatamente isso que eu queria dizer para o meu noivo. “One step closer…”

Saindo da minha simples existência, vamos falar sobre meus humores. Quando eu estou no carro e começa a chover, existe uma música, e apenas uma música, que parece fazer sentido: “Creep” – do Radiohead. Não me perguntem o motivo! Eu chuto que seja a melancolia, mas como eu disse, é só uma suposição.

E sobre melancolia, vamos falar de choro. Toda vez que eu escuto “Give me Love” do Ed Sheeran, me dá vontade de chorar. Imagina como vai ser quando eu escutar esse ruivinho cantando essa música ao vivo?

E como estamos em dezembro e esse mês se resume em natal, nada melhor do que falar sobre a canção que me anima (eu falo que me anima, porque eu tenho outras mil favoritas, mas cada uma com um propósito diferente). “Extraordinary Merry Christmas” me faz pular, cantar, dançar e querer comprar muitos presentinhos.

E como esse post está ficando muito grande, vou fazer um ping pong bem básico:

Música que não para de tocar no meu celular: Rude – Magic!

Música que me faz refletir: Pretty Hurt – Beyoncé

Música que me faz sorrir: Gone, Gone, Gone – Phillip Phillips

Música para ouvir no carro: Glad You Came – The Wanted

Música para mandar tudo para o espaço: Shake It Off – Taylor Swift

Música de 2010: Move Along – All American Rejects

Música de 2011: Get it Right – Original do Glee

Música de 2012: Mean – Taylor Swift

Música de 2013: Get Lucky – Daft Punk/ Lego House – Ed Sheeran

Música de 2014: Counting Stars – OneRepublic / Chandelier – Sia

E quais são as músicas favoritas de vocês?

beijos, Dê.

assinatura - and

Anúncios

2 comentários sobre “Playlist da minha vida

Comente <3

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s