Dica pras férias: filme nacional levinho e fofo, vem ver!

eu nao faço

Quando eu me deparo com um título nesse estilo, só passam duas coisas pela minha cabeça: ou vai ser muito ruim ou muito bom. Confesso que tenho um certo preconceito com filmes nacionais, mas ultimamente essas produções mais cult e simples tem me chamado atenção (por exemplo o longa “Hoje eu quero voltar sozinho”). Esta produção, que de super só o super baixo orçamento, me conquistou não pelo elenco mas pelo enredo. Vou contar um pouquinho da história, sem spoilers hahaha

A personagem que não faz a menor ideia o que tá fazendo com a vida dela é a Clara, interpretada pela fofa/sotaque carioca fofo/músicas fofas/cara de criança/certeza que é da turma da Avril Lavigne não envelhece nunca/ Clarice Falcão. A moça começa a faculdade de medicina por pressão da família mas sua vocação é zero, o que fazer nessa hora difícil? Segundo ela matar aula, porque vai que uma hora do nada surge uma luz né.

Na minha opinião a luz tem a forma do mocinho Guilherme (Rodrigo Pandolfo, recomendo essa série que ele participa) que a ajuda a descobrir o que ela realmente sabe fazer. É nessa busca que se concentra a maior parte do filme, mas as histórias paralelas dos familiares da Clara são igualmente interessantes e engraçadas, prestem atenção nelas!

Eu me identifiquei muito com algumas falas da Clara e essa situação de não saber o que fazer  da vida é tão comum, que chega a ser estúpido nunca terem explorado esse tema num filme (ou foi? gente ajuda kkkk). As cenas são gravadas de alguns ângulos diferentes o que dá uma dinâmica diferente, os cortes são bem claros e  parece que a gente tá vendo um vídeo de algum canal do youtube. A trilha sonora é um ponto positivo, tem Silva e Los Hermanosisso ajuda a compor a estética.

cena-de-eu-nao-faco-a-menor-ideia-do-que-eu-to-fazendo-com-a-minha-vida-de-matheus-souza-1387393062485_888x500

Acredito que a mensagem que o filme passa é que tudo bem se você não sabe o que fazer em alguns momentos da sua vida, essa indecisão é importante pro crescimento pessoal. A maioria das coisas que se faz por pressão ou impulso, normalmente. são frustantes por não darem certo. E também pra que a pressa? Tudo acontece tão rápido que até as coisas mais simples não são apreciadas como deveriam, ou estou errada quando digo que um pôr-do-sol virou um espetáculo do instagram? Gente senta, põe uma musiquinha calma e só olha, esvazia a mente sabe…aproveita.

Outro ponto é o auto conhecimento, a gente acha que se conhece mas na verdade somos o que as pessoas querem que sejamos. Isso é um problema da nossa geração? Vivemos tão cercados de esteriótipos e opiniões alheias que nem sobra espaço pra pensar em si mesmo, o que a gente escuta, veste, come, é porque gostamos realmente ou porque todo gosta? Sinceramente nem eu sei, mas é bem questionável né não?!

134917

Bom, se você se interessou tenho boas notícias! O filme tá completo no youtube :3 Só clicar neste link aqui

Esse é a minha dica de filme pras férias, tem alguma sugestão aí? Manda pra gente!

Beijos, Jacqueline

 

 

 

Anúncios

4 comentários sobre “Dica pras férias: filme nacional levinho e fofo, vem ver!

Comente <3

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s