[ Título criativo que eu ainda não consegui criar ]

Imagem

É fácil me definir com fotografias pois fotografia é uma das minhas definições.

Eu não faço a mínima ideia de como começar isso, e devo confessar, estou com a escrita completamente enferrujada. Quando você começa a estudar Jornalismo há um perigo de perder as técnicas da escrita livre. Você começa a escrever tudo como se fosse uma manchete de jornal. Como seria a manchete da minha vida?

Fernanda, 18, escreve blog com as amigas e declara ” Elas são a única razão pra eu querer voltar a escrever”,

É, na verdade é isso aí. Mas vamos voltar um pouco, me esqueci que você não sabe quem eu sou. Eu sou Fernanda – não me chame assim – mas pode ser Fer, Fefa ou Nanda ( eu adoro “Nanda” mas ninguém me chama assim só minha vó e meu ex). Nasci e vivi em Campo Grande -MS since 1995. Com uma família relativamente grande e unida eu passei, praticamente toda minha infância, nas fazendas dos meus avós e isso provavelmente me fez detestar o campo. Não diria que sou uma pessoa de cidades grandes mas aqui, aqui é a capital do interior e eu realmente não me acostumo com isso, apesar de ainda assim manter um contato “com a natureza”.

Eu sou aquele tipo de pessoa que você não vai gostar de cara, aquela pessoa com quem o santo não bate. Eu melhorei muito depois que entrei na faculdade e amadureci bastante, mas eu posso ser muito, muito irritante. Eu sei, não deveria estar falando isso, “primeira impressão” e blá blá blá, mas pode perguntar pras meninas : nenhuma delas me curtiu de cara. Mas eu explico: me apego às pessoas conforme vamos nos conhecendo, cresci lendo o Pequeno Príncipe e levo o segredo da raposa muito a sério, eu não consigo me aproximar de ninguém sem antes cativá-la ou ser cativada. Mas, depois que isso passa, o você me odeia e eu vou ignorar o fato, ou eu serei sua melhor amiga pra sempre.

Eu gosto de batata frita, tubarões e a cor azul. Amo assistir filmes e gosto principalmente daqueles que te dão um soco no estômago, tenho três livros favoritos na vida : Pequeno Príncipe, Dom Casmurro e Clube da Luta e ouço quase todo tipo de música, apesar de curtir mais música nacional e rock clássico, depois que conheci as meninas, comecei a me interessar muito por músicas que eu tinha muito preconceito antes (pop e indie principalmente). Ah, eu sou MUITO enjoada pra comer, então, se rolar alguma receita aqui no blog eu só vou experimentar se for doce.

Quando eu era criança e me perguntavam o que eu ia ser quando crescer eu nunca sabia o que responder, a resposta variava entre aeromoça e professora de história – e entre elas tinha todos os tipos de profissões possíveis. Sempre me considerei uma pessoa sem talento algum. Por insistência da minha mãe comecei a faculdade de Jornalismo, eu estava encantada, eu ia poder escrever para o resto da minha vida – isso é o que eu achava que gostava de fazer. Mas minha vida mudou completamente quando eu descobri o talento que o destino guardou para mim : a fotografia . Não me vejo fazendo outra coisa.

É difícil tentar definir exatamente como eu sou, pois mudo muito e isso é quase um vício, então sem mais delongas: Prazer, sou Fefa, seja muito bem-vindo ao nosso pequeno refúgio partilhado 😉

Anúncios

2 comentários sobre “[ Título criativo que eu ainda não consegui criar ]

  1. Hey Fernanda, adorei o texto :D. Boa sorte para vocês e as meninas, adorei aqui ficou muito fofo, amooo blogs tanto que já tive um protótipo de um kkkkk. Estarei aguardando por att do blog, ganharam uma leitora , bjões :*

Comente <3

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s